Notícias

Oliveira e Swan batizam novo barco


    (10/06/08)  

A dupla brasileira Fernanda Oliveira e Isabel Swan tiveram um dia especial em Qingdao, na China. Garantidas nas Olimpíadas, as brasileiras batizaram o novo barco, que será utilizado na disputa da Classe 470. Após a conquista da primeira medalha para o Brasil em uma classe feminina em um torneio de Grand Slam, as velejadoras seguem a preparação para a principal competição esportiva do mundo.

Aproveitamos o dia para fazer o batismo do barco novo. Para ser ainda mais característico, fizemos com chá verde chinês com gás, brincou Fernanda Oliveira (Nívea / Mormaii / Olympikus).

O barco, que segue as especificações da ISAF, foi fabricado neste ano na Nova Zelândia. O padrinho foi Alexandre Paradeda, técnico do André Bochecha e velejador de 470 - ouro nos Jogos Pan-Americanos Rio 2007 na classe Snipe, campeão mundial da classe Snipe (2001) e prata no Pan de Winnipeg em 1999.

É um barco da mesma marca que várias duplas usarão nas Olimpíadas. Na minha opinião é o melhor, está bem caprichado, acabamento muito bom. Chamamos o barco de Vai no Upa - um expressão gaúcha muito utilizada pelo nosso técnico Paulo Ribeiro quando ele quer nos incentivar para nos esforçarmos e alcançarmos nossos objetivos, explicou a gaúcha Fernanda.

Fernanda e Isabel treinam em Qingdao com as líderes do ranking mundial, as italianas Giulia Conti e Giovanna Micol. O intercâmbio entre as duas duplas teve início ainda no ano passado, no Rio de Janeiro.

O tempo está bem estranho aqui na China. Muita neblina desde que chegamos, em alguns momentos do dia seria impossível a realização das regatas por falta de visibilidade. Já o vento varia muito conforme você se afasta da terra, falou Fernanda.

No ano passado, Fernanda e Isabel participaram do Pré-Olímpico de Qingdao, organizado nas mesmas raias e com regras idênticas às aplicadas nos Jogos. Na ocasião, os ventos fracos predominaram na região e as brasileiras ficaram com o sétimo lugar.

Fonte: Local da Comunicação / www.boia1.com.br