Notícias

Campeonato Hemisfério Oriental de Star


    (05/06/08)  

Depois de dois dias sem vento, o Campeonato Hemisfério Oriental de Star ainda não começou, na cidade de Split, na Croácia. Os velejadores Robert Scheidt e Bruno Prada ficaram na água cerca de seis horas, os organizadores chegaram a dar o sinal de chamada, mas as duas regatas previstas foram canceladas pelo segundo dia seguido por falta de condições climáticas. Sem competir, os representantes brasileiros na Olimpíada de Pequim aproveitaram para treinar.

Os ventos estavam realmente muito fracos, mas tentamos velejar assim mesmo. Vamos encontrar condições semelhantes na raia de Qingdao e temos de aproveitar todas as oportunidades de simular a disputa de regatas, comentou Robert Scheidt, octocampeão mundial e dono de três medalhas olímpicas (duas de ouro e uma de prata) na classe Laser. Tivemos que retornar ao clube rebocados pelo Waltinho, comentou Marcelo Jordão, proeiro de Lars Grael. A equipe brasileira conta com o apoio de Walter Böddener, coordenador técnico da Confederação Brasileira de Vela e Motor (CBVM).

Com o cancelamento das regatas, a competição que terminaria no sábado deve prosseguir até domingo, que é o dia reserva. As previsões não são nada boas e a tendência é a situação persistir nesta sexta, disse o proeiro Bruno Prada, ainda no Yachting Club Labut, sede da competição, que reúne 12 das 16 duplas que estarão lutando pelas medalhas olímpicas na classe Star em Qingdao.

Patrocinados por Banco do Brasil, Brasil Telecom, CNA Idiomas e Prada, Robert e Bruno ainda disputarão a tradicional Semana de Kiel, de 21 a 29 deste mês, na Alemanha, no último grande torneio antes da Olimpíada da China.

Fonte: ZDL - João Pedro Nunes / www.boia1.com.br